• Facebook Page: 100000238138589&ref=ts
  • Twitter: ifscgaspar

acesso informacao

Atividades marcam mês da Consciência Negra PDF Imprimir E-mail

No Câmpus Gaspar, o dia da Consciência Negra, que é celebrado em 20 de novembro, não se resume a uma única data. As ações do Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas (Neabi) fazem parte de uma política institucional. Ao longo de todo o mês de novembro, estão sendo realizadas uma série de atividades pautadas na promoção dos direitos humanos que incluem a exibição de filmes da Mostra Sesc de Cinema, feira de economia solidária (promovida por alunas haitianas do Programa Mulheres Sim), oficinas sobre a cultura hip hop, de escrita criativa, de turbantes e tranças e uma roda de conversa sobre masculinidade tóxica. Foram realizados ainda bancas de tccs que abordam questões referentes a relações étnico-raciais e uma mostra científica sobre a moda brasileira. Ações que se estenderam também para fora do Câmpus. No dia 20, o Neabi promoveu uma atividade com os professores da Escola de Educação Básica Frei Godofredo em Gaspar.

 


O tema das cotas também esteve em debate. O coordenador do Neabi, Luiz Herculano de Sousa Guilherme, mediou uma roda de conversa com alunos cotistas do IFSC na reitoria, no último dia 19. O Neabi promoveu ainda um minicurso sobre política de assistência estudantil com a diretora de Pesquisa, Extensão e Assistência Estudantil do Instituto Federal do Rio de Janeiro (IFRJ), Gleyce Figueiredo de Lima, no dia 26.

 

De 26 a 29 de novembro, alunos e servidores do Câmpus apresentam trabalhos referentes a questões étnico-raciais na VIII Semana de Reflexões sobre Negritude, Gênero e Raça (Sernegra), realizado no Instituto Federal da Bahia (IFBA), em Salvador.



Para marcar o “Dia internacional da declaração dos direitos humanos”, o Neabi irá ainda promover a exibição do filme brasileiro “Bacurau”, que foi premiado pelo júri do Festival de Cannes. Será um evento aberto ao público no dia 10 de dezembro, às 18h, no auditório do Câmpus.



Por Beatrice Gonçalves | Jornalismo IFSC

 

Para visualizar PDF você precisa do Adobe Reader: Clique aqui para baixar.