• Facebook Page: 100000238138589&ref=ts
  • Twitter: ifscgaspar

acesso informacao

Municípios assinam carta de intenções de parceria com o Núcleo de Estudos de Agroecologia e Produção Orgânica PDF Imprimir E-mail

Nesta quarta-feira (28), representantes dos municípios de Blumenau, Indaial, Timbó e Gaspar, dentre eles o prefeito Kleber Wan-Dall, assinaram carta de parceria entre as prefeituras e o Núcleo de Estudos em Agroecologia e Produção Orgânica do Médio Vale do Itajaí (Neavi) do Câmpus Gaspar do IFSC. A cerimônia marca a parceria entre as instituições para que servidores das prefeituras participem do curso de Formação Inicial Continuada (FIC) “Teia de Multiplicadoras(es) de Tecnologias Socioambientais Urbanas”. O curso, de 160 horas, irá capacitar os servidores para a promoção da agroecologia e agricultura urbana, cooperativismo, economia solidária e bioconstrução.

 

“Nós temos uma preocupação em atender as demandas da comunidade e essa é uma delas. O diálogo com outras instituições como as prefeituras da região é fundamental para que possamos firmar esse compromisso”, avalia a diretora-geral do Câmpus Gaspar, Ana Paula Kuczmynda da Silveira.



O curso faz parte das ações do Neavi para desenvolver atividades de ensino, pesquisa e extensão relacionadas à agroecologia e produção orgânica na região do Médio Vale do Itajaí que será realizada nos próximos dois anos. Durante esse período, o núcleo irá realizar um diagnóstico sobre agroecologia e produção orgânica na região, bem como a logística e comercialização de produtos orgânicos, capacitação em agroecologia e produção orgânica para agricultores e desenvolver campanhas educativas. “Desde 2014, nós estamos realizando atividades de promoção da agricultura urbana. Esse foi um trabalho que começou aqui no bairro Bela Vista, onde o Câmpus está instalado. Nossa proposta com esse trabalho é realizar eventos que possam estimular a transição agroecológica, o consumo de plantas alimentícias não convencionais, que são chamadas de pancs, a criação de bancos de sementes, hortas comunitárias, atividades de formação nas escolas e intercâmbios entre os agricultores”, explica a coordenadora do Neavi, Andrea Delwing.


O secretário de Agricultura e Aquicultura de Gaspar, André Waltrick, foi uma das autoridades a assinar a intenção de parceria. “A prefeitura já realiza um trabalho em conjunto com o Câmpus Gaspar no cultivo do peixe orgânico e a proposta é ampliar esta parceria.”



Atualmente, Gaspar é referência estadual na produção de arroz irrigado, cultivando uma área de mais de três mil hectares. A atividade envolve cerca de 120 famílias e, segundo levantamento do estado, todo o arroz cultivado se dá no sistema convencional de cultivo, não havendo iniciativas de transição das formas de cultivo para aquelas de menor impacto ambiental.


As ações do Neavi contam com o apoio do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (Mctc), Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Ministério da Educação (MEC), Secretaria da Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (órgão ligado à Casa Civil) e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) através da chamada nº 21/2016.


Por Beatrice Gonçalves / Jornalismo IFSC

 

Para visualizar PDF você precisa do Adobe Reader: Clique aqui para baixar.